oliver
Sou investidor desde Janeiro de 2010. O meu primeiro investimento foi em letras do Tesouro Direto Em Agosto de 2014 comecei a escrever sobre investimentos Desde então, venho investindo e escrevendo

Comentários (14)

  1. Comprei grvl quando a cota está desvalorizada. O fundo é bom, a valorização era certas

    1. Boa tarde Carlos! Sim, a região do fundo parece ser boa, e o mesmo conta com um bom inquilino! espero que a parceria da fundo com a AMBEV permaneça por muitos anos!

  2. Karine Santana
    write on

    Quem se deu bem foi a AmBev. -15%

    1. Dênis Ribeiro
      write on

      O negócio é vender a cota antes de 2025 quando a ambev anunciar a saída.

      1. Boa tarde Dênis! Pois é, mas vai que até lá o negócio melhora? Aí são outros 500 né hahahahahaah

    2. Boa tarde Karine! Sim, tanto a AMBEV quanto o fundo. Ficar sem inquilino é fó… =/

  3. Fernando B.
    write on

    Com certeza AmBev sai no lucro. Se livrou da multa dos módulos devolvidos, ganhou 15% de desconto e ainda conseguiu se proteger contra revisionais. Agora para o fundo não sei se foi bom

    1. Boa tarde Fernando! Sinceramente, olhando o atual senário, e a vida de outros fundos, infelizmente, o negócio hoje, é ceder… Portanto, acho que o fundo fez um bom negócio.

  4. Renan Lazarotto
    write on

    Saí do fundo. Apesar do bom retorno dele tenho outras alternativas menos arriscadas.

    1. Boa noite Renan!O risco de GRLV11 está condicionado a AMBEV3, praticamente. Quem sabe com as coisas melhorando, a locação não se torne mais interessante ao fundo e seus cotistas.

  5. Hércules Parlote
    write on

    Não fiquem contando tá tô com ambev. Essa daí já era. Galera hoje só pensa em consumir cerveja artesanal gourmet.

    1. Larissa Breder
      write on

      Cara, para de falar bobeira. AmBev é uma das maiores empresas do país. Além disso, em que planeta você vive? Você acha que todo mundo tem dinheiro pra encher a cara de cerveja artesanal que custa 20 a garrafa?

      1. Boa tarde Larissa! Existe sim uma mudança no perfil de consumo de cerveja, mas ainda sim, grande parte do consumo cai nas cervejas de baixo valor, como antártica, brahma e skol

    2. Boa noite Hércules! Ahhhhh, acho que não é para tanto. A AMBEV tem mais negócios além da cerveja em si, portanto, a firma tem outras fontes de renda. Ainda acredito que a empresa tenha uma boa aderência ao mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *