Gabriele Couto
Economista formada pela Universidade Federal de Ouro Preto, aficionada pelo mercado de capitais! Baseia-se principalmente em análises fundamentalistas com expectativas de longo e médio prazo

Comentários (13)

  1. Lara Cabassa
    write on

    Nesse momento acredito que os fundos multimercado são a melhor opção. Os ativos de renda fixa garantem um lucro razoável com grau de risco baixo, enquanto os ativos de renda variável podem aumentar o lucro.

    1. Gabriele Couto
      write on

      Hei, Lara, como vai?
      Você está certa sobre o funcionamento do fundo e eu também gosto bastante.
      Mas casa investidor tem seu perfil, incluindo objetivo e capital disponível para investimento. Por isso é interessante estudar bastante antes de aplicar em qualquer investimento.

      Obrigada pela sua participação.
      Abraços e bons investimentos.

  2. Thales Meneghetti
    write on

    Diversificar um portfólio é uma das tarefas mais difíceis, demanda tempo, dinheiro e bastante conhecimento para escolher ativos. Nesse caso os fundos realmente são bem interessantes.

    1. Gabriele Couto
      write on

      Olá, Thales. Como vai???

      Sim, concordo com você. Diversificar um portfólio de maneira eficiente é bem difícil. Para escolher cada ativo investidor precisa despender um bom tempo, além disso ainda tem as taxas de corratagem das empresas e o lote mínimo. Enfim, complicado. Hahaha

      Obrigada pela sua participação.
      Abraços!

  3. Com aumento da Taxa Selic, esperada para o ano que vem, os fundos de renda fixa podem ser interessantes. Eu fugiria dos fundos imobiliários.

    1. Gabriele Couto
      write on

      Oi Luiza, tudo bem?
      Sim, devem mesmo. Aliás, qualquer investimento atrelado à taxa Selic deve se beneficiar desse possível aumento na taxa.
      Quanto aos fundos imobiliários, ainda me mantenho neutra, mas o setor deve absorver as melhoras na economia. Vamos aguardar.
      Obrigada pela sua participação. 🙂

      Abraços

  4. Suca Lisboa
    write on

    Fundos referenciada não tem muitos atrativos, exceto o fato de você ter uma base. É a mesma coisa de investir em um título prefixado.

    1. Gabriele Couto
      write on

      Oi, Suca. Tudo bem?
      Então, os fundos referenciados tem como base um bechmark que acaba trazendo certa previsibilidade, mas isso é bom, não?
      Além disso, ainda tem a parcela de investimento que pode ser distinta. Essa parcela pode gerar lucros maiores

  5. Elias Júnior
    write on

    Fundos de ações São na minha opinião a melhor opção no ano que vem. O mercado está bem otimista para 2019, o Ibov deve subir bastante.

    1. Gabriele Couto
      write on

      Boa noite, Elias, tudo bem com você?
      Então, concordo com você. Mas se as projeções estiverem certas, as melhorias devem abranger todos, ou quase todos os setores da economia. Nesse sentido, vale a pena avaliar também outras opções. Claro, escolher o investimento, é uma função individual de cada um, mas tem muitas opções boas no mercado.

      Obrigada pela sua participação.
      Abraços

  6. Queila Rigotti
    write on

    O mercado imobiliário não está tão bom assim, pra investir em um fundo com aplicação destinada ao setor.

  7. Murilo Fujwara
    write on

    Eu não sou iniciante, mas não tenho tanto tempo para estudar e operar no mercado. Por isso sempre deixo uma parte dos meus investimento em fundos. No mercado tem ótimas opções de fundos e gestores muitos bons.

  8. Pedro F.
    write on

    A melhor opção para quem está começando é escolher um bom fundo, mas também investir diretamente em duas ou três a ações. Assim o investidor garante um certo nível de segurança com seu fundo, mas ganha experiência operando suas ações por conta própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *