• Quer aprender uma tecnica que permite ganhar com a venda de uma ação, sem necessariamente se desfazer dela? Conheça a venda coberta de opções e saiba como fazer seu patrimonio crescer continuamente.
Cardquali
Administrador, contador, designer gráfico. Autor do blog Dicas Graficas do Cardquali. Atua no mercado financeiro a 10 anos.

Comentários (30)

  1. Interessante, desconhecia esse método. Pode fazer outro!

    1. Claro. Já estou preparando o tutorial pratico de como escolher as ações e opções.

  2. Você me convenceu. Vou estudar um pouco mais sobre o assunto.

    Ahh, ficaria feliz com outra planilha.

    1. Pode deixar. Começo daqui a pouco a parte prática… acho que amanhã aparece para vocês.

  3. Como funcionará as taxas pra esse tipo de operação ? #mandamaisumaplanilha

    1. A taxa é a de compra normal de ação. Varia de corretora para corretora. Dizem as más linguas que a clear esta com taxa zero para esse tipo de coisa. Eu uso a modal mais e me sai a uns R$ 2 a operação.

  4. Pra quem tem investimento de longo prazo é uma ótima opção de aumentar a renda.

    1. Sim. Usar essa estratégia junto com uma carteira de longo prazo funciona como se estivesse abaixando o preço medio da ação. Na contabilidade são operações distintas… uma da opção sendo comprada a zero e vendida pelo seu preço de venda no inicio da operação. A Ação pode ficar neutra (sem operação) ou gerar um movimento de venda pelo preço contratado na opção escolhida contra o preço de compra da mesma… vai depender do desenrolar da operação.

  5. Mais uma postagem, por favor!

    1. pode deixar… ja estou prodiuzindo ela.

  6. Olá. Tudo bem?
    Gostei bastante do tema. Gostaria de ver outro artigo sobre vendas cobertas de opções.

    1. ok… vocês venceram… ja estou fazendo a postagem prática… em 1 ou 2 dias aparece ai. Fica de olho.

  7. Essa operação funciona como um cheque caução para o comprador certo? Nesse caso quem tá vendendo só vai ter lucro de o preço da ação desvalorizar, mas quem vai querer comprar ação que está desvalorizando?

    1. Mais ou menos. Quem vende (você) fica com o lucro garantido, que pode ser ou que chamei de imediato ou o que chamei de total. Se for executado terá esse lucro e ponto final. Se não for executado na operação, ficará com o ganho da venda da opção e continuará com a ação a preço de mercado… se ela cair mais do que o valor da venda da opção poderá ter uma pequena perda… mas a ação tem uma tendência de voltar a subir e lembremos que poderá vender outra opção encima dessas ações que ficaram na carteira… em geral esse valor é maior do que a da opção anterior.
      Digamos que seu objetivo seja garantir rendimentos de uns 3 a 5% mensais de olho no futuro… esse método vai te ajudar a chegar lá dependendo menos do vai e vem das cotações das ações. É algo principalmente para quem pretende montar carteira a longo prazo. Faça o teste que eu falei numa carteira virtual e veja os resultados. Não confie em mim… faça um teste de 3 meses com operações fictícias.

  8. Se eu me comprometi a vender uma ação pelo preço X, diante de uma opção de compra de 0,1x e no final do prazo o preço da ação era 2x então tive prejuízo.

    1. Gustavo… o prejuizo só existe na hora que se desfaz da ação… quando você compra uma ação você não consegue ter certeza absoluta de que ela vai subir ou vai cair. No nosso caso você esta adquirindo uma ação que considera boa e esta garantindo um ganho de 3 a 5% nela no período de 1 mês. Se ela subir 20% nesse mês… você “perdeu” 15% e se contentou com um GANHO de 5%… ou seja, ganhou menos.
      Se ela cair mais do que o valor vendido pode ficar com a ação até ela subir, botar no bolso parte do valor que é o da opção que vai a pó e terá a oportunidade de vender outra opção dela no próximo exercício.
      Essa “perda” só existe na nossa cabeça… é como reclamar dos numeros da megasena que você não jogou… mas eu sempre jogo naqueles numeros… perdi 100 milhões de reais… rsrs… compreende???

  9. Manda outro artigo aí. Vlw!!!

    1. pode deixar. fica de olho.

  10. Me explica uma coisa: as ordens de compra no caso já estão disponíveis e aí o sai por último é ordem de venda? Assim que calcula o ganho?

    1. Renan. São duas operações. A primeira é a compra da ação, que pode ser uma ação que já tenha em carteira. A outra é uma venda de opções daquela ação especifica, garantindo um ganho sobre ela que cai na sua corretora como qualquer venda. Essa venda vai travar a ação até o termino da operação… você não vai poder vender ela durante o processo.
      Vou mostrar na proxima postagem como ficam as contas. Por enquanto, basta saber que se for exercido terá que computar o valor da venda menos o valor de aquisição da ação e no caso da opção, o valor da venda dela menos zero, pois ela foi exercida ou foi a pó… valor zero em ambos os casos… ou seja, você perde os 15% do valor da venda da opção ao registrar ela no mes subsequente.

  11. Também funciona pra quem tá querendo comprar uma ação em tendência de alta, mas ainda não tá com a grana.

    1. E se no dia que acabar o prazo, algo sair errado e o comprador não realizar a compra? Pode?

      Fica registrado também meu pedido pra outro Artigo.

      1. Felicia, nesse caso, se o ação se valorizou o dono teve lucro. Ele ficou com as ações e o dinheiro da venda das opções. Se a ação desvalorizou, com certeza quem ia comprar não vai querer comprar mais. Aí aí o vendedor fica com o dinheiro da venda da opção e as ações para vender em outra oportunidade.

    2. É isso aí meninas. Uma ajudando a outra. Rafaela… se não comprar a ação a sua corretora deve travar a sua venda impedindo a operação… algumas deixam caso você tenha muita grana na corretora… mas não é padrão.
      Mas veja que não falei de comprar a opção e sim de vender ela… mais ou menos assim… você tem a ação X que custa R$ 10 e encontra uma opção de R$ 1… Comprar a 10 e vender a 11 te parece um bom negócio… dai usa a estratégia. se ela cair a R$ 9 você empata a grana, mas pode vender de novo outra opção em outra oportunidade.
      Se você não tivesse vendido ela estaria no prejuizo, mas a venda te protegeu na queda.
      A gente só perde mesmo quando ela dispara pra cima e tem que se contentar com os 3 a 5% que fechamos o negócio. mas é uma “perda” relativa pois não tem como imaginar esses movimentos.

  12. Desafiou aceito. Aliás, também já poder preparar uma nova publicação.

  13. Obrigado pela dica. Onde pegamos a planilha??

    1. Andreila, não tem uma planilha pronta. Eu ensino a montar ela no artigo seguinte:
      https://janusinvestimentos.com/ideias-rapidas/venda-coberta-com-opcoes-na-pratica/
      entra no tutorial acima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *