raulcastro
Economista, trabalhou como daytrader em plataformas da SwiftTrade e TitleTrading.

Comentários (8)

  1. Sofia Carvalho
    write on

    Suas interpretações são neutras ou você tem alguma posição de compra ou venda em cada um dos ativos? A análise não demonstra isso, apenas direciona interpretação de ferramentas.

  2. Nicolas Fernandes
    write on

    Boas indicações, embora situações diferentes e possibilidades diferentes em cada ativo.

  3. Mariana Melo
    write on

    Estou acompanhando, obrigado pelas indicações.

  4. Leila Barros
    write on

    Vendas curtas ou compras curtas, situação complicada, para longo prazo e existe alguma orientação favorável ?

  5. Caio Martins
    write on

    Seria correto abordar compras nos preços acima da média 201 ou venda nos preços abaixo da média, respeitando suportes e resistências para uma direção a longo prazo?

  6. Letícia Santos
    write on

    Obrigado pelas indicações, vamos ver o que acontece.

  7. Amanda Pereira
    write on

    Ativos interessantes, boas recomendações, valeu.

  8. Prezados,
    Sim, a análise técnica é uma interpretação do momento e de leitura dos indicadores e dos candles. Trata de fornecer uma ótica mais próxima possível da realidade, não é ‘prever’ algo, mas dizer que algo já está próximo de acontecer porque está óbvio. Essa última situação é mais difícil de captar.

    Um exemplo claro é a indicação de LTB com um indicador de volume no diário sendo favorável à LTB (indicando alto volume na venda), só que, lá embaixo tem um pivot no gráfico mensal e de repente tb se encontra uma média móvel de longo período (que também nos dará uma noção de suporte)…

    Acontece que não sabemos se o pivot mencionado será respeitado e, ídem à média móvel… Pode ser interessante para o trader segurar o papel até aquele momento assim como pode ser interessante vender o quanto antes possível e recomprar no suporte, tendo ambiente favorável para tal operação. Cada caso é um caso, por isso de eu muitas vezes escrever que uma dica é mais indicada para um trader de curto prazo etc.

    A pergunta que a gente sempre deve se fazer a todo momento é: O que eu quero/preciso fazer para o meu objetivo. Isso difere de pessoa para pessoa, de instituição para instituição. E isso é o mercado.

    E’ como no jogo de poker, o foco é perder o menos possível, por exemplo.

    Um outro exemplo foi a questão do dólar, sempre me perguntavam se deveriam comprar… Eu respondia que se não abaixar além de R$3,60 (pivot) a ida ao R$4 (ou próximo dele) seria inevitável. A resposta estava certa, mas não era uma resposta ‘direta’ para compre isso agora.

    Para os próximos artigos estarei modificando um pouco a abordagem, grato pelos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *