INÍCIOS, DECISÕES E ESCOLHAS.

INTRODUÇÃO AOS PRINCÍPIOS DA ECONOMIA

Introdução – Guia de Princípios de Economia

Guia de Princípios de Economia – A Economia desempenha um papel importante nas nossas vidas e é algo de que não podemos escapar. Embora existam muitos estudos com gráficos complexos e modelos de teoria acadêmica, a economia é apenas um estudo do comportamento humano.

Vamos começar com uma breve introdução sobre as bases da economia e, em seguida, vamos nos aprofundar um pouco mais nos princípios básicos que compõe a economia.

A Economia é uma ciência social que estuda os desejos e necessidades humanas e os meios para satisfazê-las. Trata-se principalmente da maneira como uma sociedade opta por empregar seus escassos recursos, que possuem usos alternativos, para a produção de bens para consumo presentes e futuros.

A existência dos desejos e necessidades humanas é o ponto de partida de toda atividade econômica no mundo. A menos que façamos um esforço, não podemos satisfazer nossos desejos e necessidades, de modo que, basicamente, esse círculo de desejos e necessidades e os esforços realizados para alcançar sua satisfação, constituem uma base para o estudo da Economia.

 

Mas no mundo real, os recursos para satisfazer nossas necessidades e desejos são limitados, ou seja, há escassez dos meios que satisfazem nossas necessidades e desejos. Tempo e dinheiro são limitados. E a terra, o trabalho e o capital usados na produção também são limitados. Embora o avanço da ciência tenha aumentado nossos recursos, nossos desejos também aumentaram.

Podemos satisfazer alguns desejos agora. Mas logo novos desejos aparecem. No entanto, nem todos os nossos desejos podem ser satisfeitos, porque os recursos são limitados. Nós estudamos Economia porque há escassez de muitos bens que queremos e precisamos. Este problema é comum tanto ao indivíduo quanto ao Estado. É por isso que dizemos que a Economia é a ciência da escassez. E a escassez é um dos principais fatos da vida.

Nossos desejos são ilimitados, mas os recursos são limitados. Isso nos leva a fazer uma escolha.

Se houvessem recursos ilimitados para satisfazer os nossos desejos, não haveria a necessidade de escolha. É verdade que temos muitos desejos. Mas todos esses desejos não têm a mesma importância para cada um de nós. Então, escolhemos os mais importantes e mais urgentes.

Assim, a escolha é a essência da atividade econômica. Podemos dizer também que a Economia é a ciência da escolha. É claro que nem todos os bens dos quais precisamos são escassos. Certas coisas, como ar e luz do sol estão disponíveis em abundância. Embora ambos sejam essenciais para a vida, não pagamos nada por eles. São bens livres e não são tão importantes para o nosso estudo. Mas muitas coisas das quais precisamos são escassas e temos que pagar um preço por elas. Assim, na Economia, estudamos como os preços de coisas diferentes são determinados. Podemos dizer também que a economia é uma ciência que lida com o processo de preços.

A economia moderna é uma economia monetária. Os valores são pagos em dinheiro. Assim, o dinheiro desempenha um papel importante na vida econômica da nossa sociedade. Ele é usado para comprar e vender bens, para pagar contas, salários, juros, e assim por diante. Em Economia, estudamos o papel do dinheiro nas negociações da humanidade.

Economia pode ser definida como:

As teorias, princípios e modelos que lidam com o funcionamento do processo de mercado. Ela tenta explicar como a riqueza é criada e distribuída nas comunidades, como as pessoas alocam recursos que são escassos e possuem vários usos alternativos, e outras questões que surgem ao lidar com os desejos e necessidades humanas, e a sua satisfação.

>>2.Lição – Macroeconomia e Microeconomia