INÍCIOS, DECISÕES E ESCOLHAS.

INTRODUÇÃO À ANÁLISE TÉCNICA DE AÇÕES

 

Introdução à Análise Técnica

Análise Técnica de Ações – O mercado de ações está disponível para investidor por todo o mundo, ele é um lugar onde as companhias são listadas no domínio público e permitem aos investidores comprar um pedaço dela e, potencialmente, lucrar com seu crescimento e sucesso. Existem milhares de companhias para se escolher, das maiores multinacionais, como Apple Inc. até as menores microempresas, com poucos milhões de valor.

Geralmente, existem duas escolas de pensamento principais quando investidores compram e vendem ações e analisam seus motivos; Análise Fundamental e Análise Técnica.

A Análise fundamental envolve conhecimento interno do negócio e do setor, prestando atenção especial às declarações financeiras e arquivos da companhia. A análise fundamental vem com a teoria que um negócio emergente com lucros cada vez maiores é igual a um preço de ações crescente. A aproximação fundamentalista é uma tese focada em investimentos de longo prazo.

Análise técnica, que discutiremos nesta série, possui uma aproximação completamente diferente da fundamentalista.

Com a análise técnica, o investidor não necessariamente precisa conhecer as minúcias operacionais e as declarações financeiras do negócio. Esse tipo de análise requer que o investidor estude o preço da ação e sua movimentação, lendo gráficos e procurando por tendências, aumentos em volume diário e padrões que se reputam, permitindo ao investidor lucrar com estas tendências.

Do ponto de vista Técnico, o “o quê” é mais importante que o “por que” no sentido de que o que está acontecendo ao preço da ação e do sentido que está tendendo, do que o motivo pelo qual está subindo ou descendo.

O estilo técnico pode ser usado para vários períodos de tempo e uma variedade de indicadores usados para prever a movimentação do preço.

 

  >>2.Lição – O Que é análise técnica e por que ela é útil?