• 0,1% de crescimento no PIB mostra que a recuperação será lenta
  • Investimentos são a boa notícia do trimestre
Marpucsp
Formado em Economia pela PUC-SP com mestrado em Economia Política pela PUC-SP, atualmente curso Doutorado em Ciências Sociais - Relações Internacionais e Desenvolvimento Econômico na UNESP - Marília.

Comentários (3)

  1. Fernando Di Ubaldi

    Marpucsp.
    Com uma queda na taxa de juros da economia o investimento melhorará, não sei quanto tempo levará para vermos os resultados realmente positivos mas acredito T3, T4 2018 as coisas vão melhorar até lá … Obrigado

    1. Boa tarde Fernando Di Ubaldi! Obrigado pelo comentário. Acredito que a retomada é incerta, mesmo com as reduções nas taxas básicas de juros pois o cenário político ainda é turvo. Tenho plena convicção de que 2018 teremos crescimento maior que 2017 e acredito, como você acredita, que o segundo semestre do ano que vem, tenhamos uma retomada mais consistente. Mas recuperação de fato da economia acredito que apenas em 2020, a depender de quem ocupará a presidência.
      Abraços

  2. […] do consumo, sendo assim é importante acompanhar os dados relacionados à consumo, além do PIB e do índice de desemprego, ambos impactam no consumo, principalmente no que tange à percepção […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *