• Diferentes cenários ditam destino de principais ações brasileiras - por Marcello Sigwalt
Marcello Sigwalt
Jornalista profissional formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha-RJ), com especialização em Economia, Política, Ciência & Tecnologia e Meio Ambiente. Consultor de Comunicação do MMA/FAO/ONU. Assessor de Imprensa no Congresso Nacional. Editor de jornais, revistas e sites.

Comentários (3)

  1. Independente do presidente a VALE vai continuar subindo.

    1. Embora os papéis da Vale exerçam atratividade constante na bolsa brasileira, há fatores, tanto internos quanto externos, que contribuem para a sua volatilidade. Entre esses, podemos citar a tensão internacional, fomentada pela imprevisível gestão Trump e, mais recentemente, pelo aprofundamento da crise crise argentina, sem contar com a indefinição do quadro eleitoral. Na tarde dessa terça-feira (4.9), a cotação das ações da empresa apresentavam recuo de 2,39%, apesar de seu esforço por maior eficiência, redução de endividamento e conquista de maiores ganhos aos acionistas.

  2. Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *