• Não bastam reformas, vontade política, retóricas ou promessas, mas o momento requer compromisso e muito trabalho para resgate da dignidade e da cidadania surrupiada nos últimos anos
Marcello Sigwalt
Jornalista profissional formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha-RJ), com especialização em Economia, Política, Ciência & Tecnologia e Meio Ambiente. Consultor de Comunicação do MMA/FAO/ONU. Assessor de Imprensa no Congresso Nacional. Editor de jornais, revistas e sites.

Comentários (13)

  1. 👏👏👏

  2. Muito bom artigo. Parabéns, Marcelo.

    1. Muito obrigado, Lara, pelo reconhecimento. É um estímulo para que me aperfeiçoe.

  3. Muita coisa ainda vai rolar com economia brasileira, mas o próprio Bolsonaro já disse com outras palavras, esse é o momento de se preocupar com ideologia, não com corrupção. Isso é preocupante

  4. O posicionamento do novo governo em relação as reformas vai ser a primeira coisa a refletir no mercado ano que vem.

  5. Acabar com a farra de empréstimos com juro inexistente, já vai ajudar muito

  6. Esse reajuste salarial dos políticos foi uma piada. Brasil é uma piada.

  7. Márcio Vinícios

    Muito bom, Marcelo.

    1. Obrigado pelo apoio, Márcio. Um abraço.

  8. Você acredita mesmo que o Brasil venceu o primeiro round?

    1. Quando utilizei o termo metafórico “primeiro round”, prezado Henrique, me referi à necessidade de superar o ciclo de governos de esquerda, marcados pela corrupção, roubos bilionários e financiamentos à regimes ditatoriais, mundo à fora. E continuo acreditando que isso é possível, caso contrário, teremos perdido nossa última oportunidade.

  9. (Perdão, agora sem a crase) Quando utilizei o termo metafórico “primeiro round”, prezado Henrique, me referi à necessidade de superar o ciclo de governos de esquerda, marcados pela corrupção, roubos bilionários e financiamentos “a” regimes ditatoriais, mundo à fora. E continuo acreditando que isso é possível, caso contrário, teremos perdido nossa última oportunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *